Breaking News: como utilizar o monitoramento da exposição na imprensa como vantagem competitiva para sua empresa

out 22, 2021 | Blog

Business Analytics, Business Intelligence, Big Data. Tudo isso parece muito distante da sua empresa? Acredite, não está. O conceito de capturar e analisar dados estratégicos, com o suporte de avançadas tecnologias, pode ser aplicado com sucesso em processos que você provavelmente já adota – ou planeja adotar.

O monitoramento de exposição na imprensa, por exemplo, é tarefa essencial para a mensuração e acompanhamento dos resultados de qualquer estratégia de comunicação. Muitas empresas já adotam essa medida, mas poucas aplicam a inteligência analítica a este conteúdo para que ele se transforme em vantagem competitiva de negócios.

Um número ainda menor se beneficia de recursos tecnológicos avançados, como Inteligência Artificial e Machine Learning, para agilizar e ampliar a precisão desse levantamento. Isso implica em perda de oportunidades e, em última instância, mercado. Com a popularização desses avanços, ferramentas extremamente acessíveis já estão à disposição dos profissionais de análises estratégicas para aproveitar todo o potencial da informação de valor.

Monitorar a exposição na imprensa apenas da sua marca, com processos manuais, lentos e pouco eficazes, é não aproveitar todo o retorno que apostar na estratégia correta pode trazer. Por outro lado, com um investimento ao alcance de empresas de todos os portes, é possível conferir a esse processo um caráter extremamente estratégico e usar os insights para alavancar resultados efetivos de negócios.

Confira quatro dicas de como transformar o monitoramento da exposição na imprensa em uma vantagem competitiva real para sua empresa.

  • Monitore os principais concorrentes. Faça uma lista daquelas empresas que de fato brigam pelo mesmo mercado e mesmo perfil de cliente que a sua marca, e passe a monitorar sua exposição de maneira sistemática. Isso permitirá que você tenha uma base de comparação definida para avaliar seu próprio desempenho em visibilidade e posicionamento. E ainda ter insights importantes sobre quão criativa ou diferenciada é sua estratégia de negócios, de marketing e comunicação, quando colocada em perspectiva com o que todo mundo está fazendo.

 

  • Monitore as principais notícias do setor, incluindo o conteúdo divulgado pelos órgãos regulatórios. Além de ficar por dentro das tendências e ter acesso a pesquisas, estudos, eventos, esse acompanhamento regular permite que sua empresa antecipe tendências, estude a incorporação de novas tecnologias, serviços e produtos que o mercado começa a demandar. Também possibilita se preparar para eventuais desafios – especialmente alterações na legislação, nas licenças, permissões, concessões – e antecipar riscos, evitando que se tornem crises.

 

  • Monitore os setores onde estão seus atuais e potenciais clientes. Por um lado, as notícias sobre as empresas que você já atende podem trazer elementos importantes para embasar uma estratégia de ampliação futura de serviços e produtos: é o cliente contando para você em primeira mão o que ele demandará amanhã e como você pode manter a parceria a longo prazo. Por outro, você descobre ótimos prospects e obtém informações para uma abordagem mais personalizada – e eficaz!

 

  • Compartilhe a informação com sua equipe. As mais modernas ferramentas de monitoramento de imprensa habilitam não só a captura de matérias em tempo real em milhões de veículos impressos, online, de rádio e TV, como também oferecem possibilidades que facilitam esse compartilhamento. Alertas de palavras-chave importantes podem ser programados para chegar pelo WhatsApp e as principais notícias que interessam no dia chegam logo cedo no e-mail de todo mundo. Dashboards interativos estão à disposição 24 horas para consulta a qualquer momento. Chegar bem-informado à reunião com o cliente ou prospect potencializa oportunidades e estreita relacionamentos. E o mais importante: sua equipe pode de fato contribuir com seu talento e capacidade para gerar ideias inovadoras, embasadas por fatos e dados estratégicos.

 

Compartilhe este conteúdo

Leia também